SUPER FM - A rádio que vive o vale

Indústria batistense demite mais de 1.200 em três dias

Redação  Redação      quarta-feira, 25 março 2020      EM: EFEITO CORONAVÍRUS - ECONOMIA  

Os efeitos da paralisação de todos os setores econômicos em razão da quarentena contra o coronavírus, já geram impactos em São João Batista. Em três dias desde o fechamento das fábricas de calçados na cidade, foram demitidos mais de 1.200 trabalhadores; segundo dados do Sindicato das Indústrias de Calçados (Sincasjb). Principal feira do setor foi […]

Os efeitos da paralisação de todos os setores econômicos em razão da quarentena contra o coronavírus, já geram impactos em São João Batista. Em três dias desde o fechamento das fábricas de calçados na cidade, foram demitidos mais de 1.200 trabalhadores; segundo dados do Sindicato das Indústrias de Calçados (Sincasjb). Principal feira do setor foi transferida para novembro.

Ainda na sexta-feira (20), trabalhadores em contrato de experiência foram dispensados. De acordo com o presidente do Sincasjb, Almir dos Santos, setor deverá se retrair e algumas empresas terão dificuldades até mesmo para o pagamento dos funcionários em abril.

Ouça a entrevista do presidente do Sincasjb ao Jornal da Super: